Psicodrama para atores e não atores

    O uso de histórias para orientar-nos naquilo que não conseguimos apreender com a razão.

 

As histórias tradicionais são mapas e registros de outros períodos e sociedades que chegam no sentido de ajudar a encontrar nosso caminho através das crises e transições do ciclo da vida.

 Nesses encontros teremos o Psicodrama como coadjuvante na busca desse nosso caminho, trazendo para ação a força da nossa própria história no contexto de outras histórias universais.

Trabalhar contos, lendas e histórias a partir do psicodrama age como um  potencializador da expressão criativa e espontaneidade.

 

Como acontece

Atos psicoterapêuticos de 2 horas de duração

Grupos abertos e reservados antecipadamente

Encontros mensais

 

Apresentações:

 

1º encontro

“O ipê amarelo que não queria ser poste.”

2º encontro

“O  Patinho Feio.”- À procura da nossa turma

3º encontro

“Manawee” – O parceiro: a união com o outro

4º encontro

“As águas claras: o sustento da vida criativa.”

5º encontro

“A menininha dos fósforos.” A renovação do fogo criativo

6º encontro

“Os três cabelos de ouro.”

 

Obs: Mudanças poderão ocorrer com relação à ordem dos contos a serem trabalhados, caso as terapeutas julguem necessário.

 

 

Terapeutas :

Maria Thereza C Motta- psicóloga/psicodramatista/terapeuta comunitária

Vera Lúcia Vaz- psicóloga clínica/ especialização em psicanálise